Imagem de Cabeçalho

O que preciso saber sobre Iluminação artificial para casa?

Feature Image: O que preciso saber sobre Iluminação artificial para casa?

Sem categoria - 23 de abril de 2021 -

A iluminação artificial está presente em qualquer projeto arquitetônico e esse detalhe tão importante não pode passar desapercebido na hora de planejar a planta luminotécnica do seu lar. Com várias formas de usá-la, a iluminação artificial pode valorizar ainda mais os ambiente do seu imóvel. 

Quer saber tudo sobre esse tema? Então, confira a partir de agora a importância e as possibilidades de uso da iluminação artificial!

 

A importância da iluminação artificial

Um elemento criativo que agrega beleza e requinte aos ambientes da casa. Espaços de convivência social merecem ser eficientes, funcionais e saudáveis. Por isso, pensar a iluminação artificial é tão importante na decoração moderna.

E a promoção do bem-estar – por meio do projeto luminotécnico –, pode ser feita em cada cantinho da sua casa, podendo o morador optar dentre vários tipos de iluminação artificiais. 

A seguir, conheça alguns deles para acertar na escolha.

 

Iluminação de destaque

Focos de luz nos itens de decoração. Na hora de decorar os ambientes do imóvel, quadros, objetos e outros itens devem compor os elementos decorativos de um cômodo. E é nesse momento que a iluminação de destaque pode valorizar ainda mais estes artigos.

No entanto, um cuidado deve ser tomado. Visando não deteriorar os objetos de valor, se atente à resistência dos materiais das peças que serão iluminadas e, também, à potência da iluminação sobre eles.

 

Iluminação de efeito

Às vezes, um ambiente requer uma iluminação que provoque um efeito mais dramático. Por isso, para esse propósito, a iluminação artificial de efeito cai muito bem. Se o objetivo da sua planta luminotécnica é evidenciar a luz em si, a iluminação de efeito é a melhor escolha.

A dica é usar a fonte de luminosidade embutida em forros, aberturas ou elementos arquitetônicos. Nas áreas externas, a iluminação de efeito está presente nas fachadas e no paisagismo.

 

Iluminação indireta

Este tipo de iluminação artificial proporciona uma luz mais suave sobre a superfície desejada. E, diferente da iluminação direta, esta é composta por uma luz direcionada para uma parede oposta de modo que a luz seja absorvida e refletida no sentido contrário.

Por se tratar de uma iluminação artificial com carga lumínica mais suave, a iluminação indireta ganha em amplitude, espalhando mais luz sobre o ambiente desejado.

 

Iluminação difusa

Uma iluminação que tem um filtro entre a luz e o ambiente. Na iluminação difusa, o elemento difusor está presente e pode ser uma chapa de acrílico ou um vidro fosco, por exemplo. Sendo assim, tem-se mais intensidade e poucas variações de sombra.

Parecida com a iluminação indireta, esta também promove um ambiente com áreas maiores de iluminação sem focos de luz aparentes.

 

Em todo projeto arquitetônico, a iluminação artificial pode valorizar ou destruir visualmente um ambiente. Por isso, ao conhecer a importância e as possibilidades de uso é possível tomar as melhores decisões, com um profissional responsável, conforme as necessidades do seu lar.

Arquiteto ou designer de interiores? Antes de toda construção, é necessário entender a diferença entre esses dois profissionais. Leia nosso post sobre o tema e descubra.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top